HABILIDADES SOCIAIS: A arte de lidar com gente

 

“Pela habilidade de lidar com gente pagarei mais que por qualquer outra 

habilidade”.

                                               Henry Ford (1933)

 

Henry Ford disse isso em 1933. De lá para cá o mundo, principalmente o empresarial,começou a perceber a importância dessa afirmação. O que se percebe hoje é que de pouco adianta uma inteligência intelectual brilhante, se o indivíduo não consegue trabalhar em grupo, compartilhar dúvidas e ideias e resolver conflitos. 

 

Daniel Goleman em suas pesquisas sobre Inteligência Emocional estudou dois grupos de crianças de escola primária. Um grupo com inteligência intelectual mediana, mas com alta inteligência emocional e outro grupo com alta inteligência intelectual, mas com baixa inteligência emocional. Acompanhou essas crianças durante vinte anos e constatou que as crianças com inteligência mediana, mas com alta inteligência emocional estavam mais bem posicionadas na vida do que aquelas com alta inteligência intelectual, porém com baixa inteligência emocional. Inteligência emocional faz parte das habilidades sociais.

 

Hoje se valoriza mais a pessoa que tem uma inteligência intelectual mediana, mas que consegue ter relacionamentos harmoniosos com as outras pessoas.

Por que será? 

Porque a boa vontade para trocar informações e ideias aumenta o conhecimento e traz harmonia, na medida em que as pessoas se sentem respeitadas; traz motivação,uma vez que as pessoas se sentem participantes ativas de um projeto; aumenta a autoestima e autoconfiança porque as pessoas se sentem importantes e valorizadas.

 

Porém, a grande maioria das pessoas não tem conhecimento da importância das Habilidades Sociais em suas vidas, embora vivenciem constantemente o drama de desconhecer e não praticar essas habilidades. Esse drama se manifesta nos desentendimentos familiares onde todos saem machucados embora todos tenham sua parcela de erro e razão, na perda de emprego (pois algumas pessoas não conseguem se adaptar às diferenças individuais e nem respeitar devidamente os outros), nas discussões no trânsito onde muitas vezes um bate-boca evolui para um assassinato.

 

Definição de Habilidades Sociais

É “um conjunto de condutas emitidas por um indivíduo em um contexto interpessoal que expressa os sentimentos, atitudes, desejos, opiniões e direitos do indivíduo de modo adequado à situação, respeitando as condutas dos demais e que geralmente resolve os problemas imediatos da situação enquanto minimiza a probabilidade de problemas futuros” (Caballo, 1986).Explicando melhor: dentro de uma interação social devemos revelar os nossos sentimentos, atitudes, desejos, opiniões e direitos de forma adequada à situação e ao momento, sempre respeitando o outro e a nós mesmos. Essa atitude minimiza os conflitos imediatos e previne conflitos futuros.

 

Como se comporta uma pessoa socialmente habilidosa?

Respeita ao outro e a si mesma. Usa a empatia nos relacionamentos, tentando se colocar no lugar do outro para compreender como o outro está se sentindo.É atenciosa, gentil, ouve o outro com atenção, respeito e consideração,porque compreende que, assim como ela, a outra pessoa também tem o direito de expressar seus pensamentos, sentimentos, ideias, crenças e valores. Usa a assertividade para defender seus direitos e suas ideias. É sincera; não usa subterfúgios, meias palavras nem ambiguidades. Diz o que pensa e sente, de forma clara e direta, porém, sem ser agressiva.  Ela deixa claro que esta é a sua maneira de ver as coisas e o mundo, mas compreende que esta não é a única maneira. Comporta-se sem agressividade. Ela não tenta impor suas opiniões. Busca soluções justas para solucionar os conflitos.

           

Importância das Habilidades Sociais 

  • Reduz os conflitos – a pessoa socialmente habilidosa consegue reduzir bastante os conflitos que ocorrem nas interações sociais. 

  • Melhora a qualidade das relações – se a pessoa se mostra tolerante, compreensiva e respeitosa em relação aos outros, suas relações pessoais, profissionais e afetivas melhoram significativamente.

  • Aumenta a autoconfiança – uma vez que a pessoa está se relacionando bem com as outras, isso aumenta o seu bem-estar, sua autoestima e sua satisfação com ela mesma. 

  • Desperta afeto e simpatia nas outras pessoas – a pessoa socialmente habilidosa é vista como simpática, amiga, compreensiva e isso desperta o carinho e o afeto das outras pessoas.

  • Transmite uma imagem positiva – a pessoa socialmente habilidosa é vista como uma pessoa madura, responsável, emocionalmente controlada, o que faz com que seja respeitada e considerada pelas outras pessoas.     

  • Reduz problemas emocionais e psicossociais – pessoas descontroladas emocionalmente estão constantemente insatisfeitas com suas ações e reações e isso gera uma série de problemas psicológicos (como depressão e ansiedade) e psicossociais (como timidez, agressividade, isolamento social, etc.).

As Habilidades Sociais facilitam a nossa vida em todos os sentidos e algumas pessoas tiveram oportunidade aprendê-las com seus pais, avós ou mestres. Outros nasceram com este talento e foram aperfeiçoando ao longo da vida.  Muitos precisam aprender. 

 

A boa notícia é que essas habilidades podem ser aprendidas através de um treinamento específico. 

 

Graça Oliveira – Psicóloga Clínica – Abordagem Cognitivo-Comportamental

Please reload

Posts Recentes

September 13, 2016

June 9, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload